quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Verde vítreo

Não sinto-me saber se estou no caminho certo; faço de tudo que me aconcelham e desaconcelham fazer. É que oque há de ruim subtrai aquilo que há de bom e vice-versa? Não houveram prejuízos até agora... significativos; quero dizer: há a perda de memória, dinheiro e etc, porém, o ganho parece compensar, ah sim senhor! Parece MUITO compensar! Sinto-me mais EU, me olho no espelho e me vejo, e isso é algo que eu desconhecia até então.
E essa minha fase monossilábica auto-destrutiva que não cessa! Eu a matarei/mato aos poucos... eu a desgastarei, e quando sua presença se tornar já quase que imperceptível, já terei me tornado insensível a ela há tempos, tal como já não me lembrarei mais do nome da rua de casa.

E a tristeza não dá as cara aqui; sinto-me feliz e grato!

Nenhum comentário: